quarta-feira, 9 de novembro de 2011

Fim da barriga como azeite


Azeite antibarriga 
O óleo extraído da oliva evita o acúmulo da gordura visceral, que provoca doenças cardiovasculares e diabete, combate a osteoporose e inflamações.


Basta um fio dourado do óleo da oliva para que aquela torrada dura e seca ganhe textura macia e sabor especial. Uma outra transformação ocorre no seu organismo, mais precisamente no abdômen, quando você consome o azeite: ele impede o depósito de gordura bem ali, na linha da cintura. Parece um contra-senso, já que o alimento é dos mais calóricos cada grama oferece cerca de 9 calorias. Mas a descoberta é séria: o consumo das azeitonasevita mesmo a barriga indesejada.
Quem assina embaixo são cientistas de diversas universidades européias. Juntos eles publicaram seu trabalho no periódico Diabetes Care, da Associação Americana de Diabete, em que compararam exames de imagem de voluntários, antes e depois doconsumo do óleo. E observaram que esse bom hábito diminuiu os depósitos de banha no abdômen. Diga-se: o ideal seria que você consumisse duas colheres de sopa por dia do ingrediente para obter seus benefícios.
No fundo, o mérito é todo da gordura monoinsaturada, que predomina no azeite. Se ela já era festejada por varrer o colesterolruim das artérias, agora os médicos têm ainda mais motivo para cobri-la de elogios. Isso porque estão empenhados em acabar com as barrigas avantajadas e não tem nada a ver com questões de beleza. A gordura visceral, justamente aquela da cintura, produz substâncias que dificultam a ação da insulina, o hormônio produzido pelo pâncreas que ajuda a glicose a entrar nas células.
Ou seja, barriga grande pode levar ao diabete do tipo 2, explica o endocrinologista Márcio Mancini, presidente eleito da Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade e da Síndrome Metabólica,Abeso. O diabete, ao lado da pressão alta, do colesterol, dos triglicérides alterados e, de novo, da tal barriga, é o componente básico de um mal que mata a síndrome metabólica. O azeite, no entanto, ajuda a quebrar esse círculo nefasto. 
Bacana é gente , achei legal e resolvi compartilhar com vcs , além de ser uma delícia ainda ajuda a eliminar a barriguinha rsrsr , vale a pena experimentar né , eu ja começei ontem kkkkk , bjs minhas queridas .
 

5 comentários:

LU disse...

Oi Kelen eu também adoro óleo de oliva para temperar as saladinhas e como não gosto de vinagre, uso só ele com sal.Como ele é calórico eu evitava, agora com essa dica de seca barriga vou consumir sem culpa.
obrigada
beijus

Any disse...

Ao contrário de vocês, eu odeio azeite, ô coisa ruimmmm! Faço como meus sobrinhos, ECAAAAAA! Até verdura eu encaro, mas o tal do azeite...SEM CHANCE!

Bjokas amiga!

glacy disse...

kelin qrida
sabe q eu estava pensando em comprar no sábado,e agora com esse seu post...vou comprar mesmoooo
bjusss e valeu a dica amiga adorei

Érica Oliveira disse...

não sou muito fã de azeite não...acho q tem um gosto muito forte..gsto de cozinhar com ele mas pra salada não me atrai muito não!

Carla e Francine disse...

Oi linda, amo azeite, ponho azeite em tudo, adoro aquele da marca parmense (cheiro e apetitivo)...

bjs light